Como foi: Pedal Longo #03 – Sertão do Ribeirão

O roteiro mais esperado do ano cruzou as montanhas entre o Ribeirão da Ilha e o Pântano do Sul com muito suor e superação. Veja como foi e participe do próximo!

Como de costume, às 09:30h deste sábado nos encontramos na Bike Tech Floripa e partimos para a pedalada mais épica dos últimos tempos. A quantidade de amigos surpreendeu, considerando que é o percurso mais difícil que já nos propomos a fazer. Parabéns pela coragem e determinação de todos!

pedal-longo-3-1

Fomos presenteados com mais um lindo dia perfeito para encarar essa aventura, e o vento ainda nos empurrou durante todo o caminho até o Ribeirão da Ilha. Já visitamos o bairro 2 semanas atrás, num pequeno ensaio para o desafio maior que seria enfrentado hoje (veja aqui). Desta vez não paramos pra comer pastel e seguimos direto até uma discreta ruazinha que, num primeiro momento, não parece nada promissora. Era o início de uma das piores (ou melhores?) subidas da cidade.

pedal-longo-3-2

A rampa inclina pra valer logo em seguida, desde o começo testando os limites de cada um.

pedal-longo-3-6

E piora.

pedal-longo-3-13

E piora mais um pouco.

pedal-longo-3-32

Em menos de 1km subimos do nível do mar até 200m de altura, uma média de impressionantes 20% de inclinação. O cansaço bate, é claro, mas a vista lá de cima é uma recompensa que devolve todas as energias!

pedal-longo-3-27

Depois do sofrimento da subida, vieram as descidas. A cidade e o mar ficam para trás, parece que estamos no interior do estado com uma pacata estradinha de terra que cruza o vale passando por casas simples e plantações de cana.

pedal-longo-3-39

O lugar é tão místico que tem até uma árvore com pernas.

pedal-longo-3-49

Entre cachoeiras e alambiques cada um pôde aproveitar a região do seu jeito, e logo já estávamos vendo o mar de novo no outro lado da ilha.

pedal-longo-3-44

Num certo ponto é possível ver quase todo o leste da ilha de Florianópolis: Lagoa do Peri, Morro das Pedras, Campeche, Joaquina, Moçambique e até o morrinho que marca a praia do Santinho a quase 40km de onde estamos. É muita ilha para pedalar, o que nos lembra que ainda temos muitos roteiros inéditos para fazer!

pedal-longo-3-46

Depois de muito sobe e desce, cada um no seu ritmo, estávamos todos inteiros e felizes reunidos no final da última descida.

pedal-longo-3-51

A fome falou mais alto e encurtamos o roteiro direto para a Armação, onde almoçamos e iniciamos o nosso retorno para cada. Foi um dia maravilhoso que com certeza vai ficar na memória do Pedal Leve e de quem participou. Agradecemos a todos por este passeio incrível!

pedal-longo-3-55


VEJA TODAS AS FOTOS AQUI